Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fábula #3

por O Coiso, em 07.02.17

Vejo-te diariamente a chegar, bela e inacessível. Educadamente, cumprimentamo-nos mas nunca adiantamos mais conversa do que aquela de circunstância. Um dia entabulamos uma conversa normal, na qual tu deixas cair que estás com falta de sexo. Em seguida dás a entender o quanto precisas que alguém te coma, de preferência eu. Descaradamente, perguntas-me se quero ir contigo beber um copo depois do trabalho.

Esse copo é transformado num jantar em que apimentamos a conversa com histórias do passado, em que tudo era possível e havia poucas restrições. Já tocados, optamos por beber mais um copo e ficamos alegremente inebriados. Enquanto esperamos por um táxi para ti, perguntas finalmente se te quero acompanhar a casa. No táxi, trocamos silenciosamente algumas carícias e sussuramos algumas palavras de excitação misturadas com gargalhadas abafadas e alguns suspiros de prazer.

 

Já em tua casa, nem sequer me deixas despir convenientemente e ajoelhas-te em frente a mim, ansiosa por me despir as calças. Quando o fazes, imediatamente me chupas com todo o vigor.

Antes de me vir, levanto-te e levo-te para o quarto, onde meticulosamente te fodo até me vir dentro de ti, com toda a força.

Ainda não te chegava, pelo que terminei o serviço com um delicioso oral que te levou às nuvens.

 

 

Agradeceste-me e pediste-me para guardar segredo, o que eu faria caso tudo isto fosse verdade…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48




Pesquisar

Pesquisar no Blog

Outras Coisas

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D